BI Financeiro: agregando inteligência aos seus dados financeiros

Quanto tempo o seu departamento financeiro precisa para te dar um panorama atualizado da sua empresa? Você já se encontrou no meio de uma reunião com parceiros ou investidores, e eis que te perguntam: “está bem, me fala um pouco mais sobre seus indicadores financeiros hoje”? Se a situação assusta, talvez seja a hora de considerar uma solução de BI financeiro.

Você acha que conseguiria responder essa pergunta no mesmo instante, com as informações precisas, ou teria que esperar mais tempo? 

É comum o departamento financeiro de uma empresa utilizar inúmeras planilhas em excel para fornecer uma informação desejada. Dado é copiado da planilha A para a planilha B, que gera resultado para a planilha C, que, por fim, apresenta o indicador financeiro da empresa. Mesmo que as análises estejam certas e confiáveis, esse processo de trabalhar com dados espalhados custa tempo e, especialmente, pode custar oportunidades.

Você se viu nessa situação? Então é sinal de que há espaço para você agregar mais inteligência aos seus dados financeiros por meio de BI. Acompanhe neste post o que você precisa saber inicialmente para aplicar BI para o seu setor financeiro.

1. Mas afinal, o que é BI?

BI ou Business Intelligence é um conceito criado na década de 1990 pela Gartner Group, empresa de consultoria tecnológica. O objetivo principal do BI é auxiliar a tomada de decisões dos gestores de forma estratégica e rápida ao agregar inteligência aos dados da empresa.

Dessa forma, Business Intelligence pode ser definido como o conjunto de métodos, processos, políticas e tecnologias que visam extrair insights a partir dos dados coletados e armazenados pelos sistemas da empresa. 

Agora que já concordamos com o que se entende por BI, vamos conferir como aplicá-lo no setor financeiro da sua empresa? Veja abaixo quais são os passos a se tomar!

2. Como aplicar o BI no setor financeiro da sua empresa

A aplicação de soluções de BI para o setor financeiro começa por meio de 3 etapas: padronização do método de registro de dados, transformação dos dados e criação dos relatórios com os indicadores desejados. 

O primeiro passo é entender e padronizar todo o processo atual de registro dos dados financeiros. 

Esse processo pode ser feito por diferentes mecanismos, desde sistemas sofisticados de ERP (como o SAP) aos mais simples (como planilhas ou formulários em VBA). Essas informações são gravadas e centralizadas em um banco de dados estruturado e organizado. Esse passo é essencial para construir um histórico confiável dos dados financeiros da empresa.

A segunda etapa consiste em transformar os dados armazenados, por meio de processos de ETL (extract, transform and load). Isso permite que os mesmos tenham um significado real para uma análise financeira. Em outras palavras, o dado é transformado em informação relevante. 

O passo final é o de criar os relatórios ou dashboards interativos em um software especializado de BI, como, por exemplo, o Power BI da Microsoft. É nessa etapa que se gera maior valor à empresa, com a visualização dos principais resultados financeiros de maneira rápida e atualizada.

Entendemos o que é o BI e já conseguimos visualizar os passos para levar o BI para sua empresa. Porém, quais são os benefícios de adotar o BI financeiro? Veja a  resposta logo abaixo!

3. Os benefícios do BI financeiro

Afinal, você conseguiu perceber as vantagens de aplicar uma solução de BI aos seus dados financeiros? Aquela informação sobre o balanço financeiro que antes demorava horas ou dias para se ter, com a aplicação de uma solução em BI será obtida em apenas alguns minutos.

De um lado,  informações espalhadas em múltiplas planilhas, o que custa tempo e eficiência. Do outro, com uma solução de BI, você tem à sua disposição relatórios interativos com gráficos que cruzam informação de diversas fontes – apresentando diversos indicadores financeiros desejados, como Fluxo de Caixa, Margem Bruta, Margem Líquida, EBITDA.

Se por um lado o BI parece trazer benefícios práticos para a empresa, por outro podemos pensar o quão absorvido pelo mercado ele está. Mesmo porque não queremos nadar contra corrente ou ficar à deriva. Adiante trataremos desse assunto.

4. A necessidade de se transformar para avançar 

Com as informações em mãos, você pode identificar tendências e mudanças no comportamento do mercado, monitorar o desempenho da sua empresa, antecipar problemas e, principalmente, perceber oportunidades. Tudo de forma rápida e visual.

Agregar inteligência aos seus dados financeiros permitirá que sua empresa se destaque num cenário de grande competitividade, colocando-a em sintonia com o movimento de transformação digital.Quer ter certeza se o BI financeiro produz cases de sucesso? Siga nossa página no LinkedIn e acompanhe os cases de inovação e transformação digital que compartilhamos!


Compartilhe:


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *