Plano de negócios – SIMCenter

Introdução

O SIMCenter surgiu de uma parceria entre a FCA e a PUC Minas, aproveitando-se da infraestrutura científica da Universidade, e tendo como projetos de fundamentação e validação as demandas e estudos realizados pela FCA. Com desenvolvimento do Modelo de Negócios realizado pelo IEBT, o SIMCenter conta com o primeiro simulador dinâmico de direção da América Latina, posicionando a FCA Latam como pioneira em know-how, inovação e desenvolvimento das tecnologias do futuro.

Resultados

A unidade da América Latina da Fiat Chrysler Automobiles, grande player mundial de produção de veículos, buscava o desenvolvimento e operacionalização de um Centro para geração de conhecimento em segurança e dinâmica veicular.

Fruto de uma parceria entre a FCA Latam e a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), o projeto do SIMCenter surgiu para aproximar o conhecimento acadêmico das necessidades práticas do mercado, a fim de avaliar o comportamento de veículos e condutores em ambiente de laboratório, bem como auxiliar no projeto de construção de novas estradas e recuperação daquelas existentes.

A criação do Centro teve como objetivo gerar conhecimento em segurança e dinâmica veicular, otimizando o desenvolvimento dessas áreas na indústria e aumentando o nível de segurança das estradas brasileiras, sendo sua missão:

“Gerar, integrar e difundir conhecimentos, tecnologias e inovações por meio de atividades integradas de pesquisa, desenvolvimento e ensino referentes à dinâmica veicular, com a finalidade de contribuir com a segurança de veículos, pessoas e sistemas vários”

O projeto demandou uma área de aproximadamente 160 m², e conta com equipe multidisciplinar, envolvendo profissionais de áreas como Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Medicina, Psicologia e Fisioterapia.

O Modelo de Negócio e de Operacionalização realizado pelo IEBT abrangeu os pontos:

  • Conceituação – definição de conceitos e alinhamento de termos e premissas do projeto
  • Relevância e Justificativa – mapeamento e análise do ambiente no qual o SIMCenter seria inserido, estudo de benchmarks e variáveis mercadológicas que justificassem o projeto
  • Frentes de Atuação – definição de grandes áreas de serviço e desenvolvimento de soluções pelo Projeto
  • Análise da Infraestrutura – levantamento da estrutura física, equipamentos e recursos necessários para tornar o Projeto real
  • Modelo de Governança – estruturação do modelo de governança do Centro, organograma, hierarquias e relações interpessoais e entre as entidades fundadoras
  • Parcerias Viáveis – levantamento e análise de possíveis parceiros e clientes do Centro, com estudo de suas necessidades e relacionamento com as entidades fundadoras
  • Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira – Projeção do Orçamento, dispêndio financeiro, receita e indicadores econômico-financeiros do Centro, como Ponto de Equilíbrio, Fluxo de Caixa, análise de cenários e possibilidades de receita nas frentes de atuação definidas
  • Desenvolvimento do Plano de Operacionalização – elaboração de linha do tempo com alocação mensal das ações e os respectivos responsáveis, bem como modelo específico de operacionalização do Centro, com detalhamento das atividades a serem realizadas

O Modelo de Negócio foi desenvolvido e o Centro foi inaugurado em setembro de 2017. “O SIMCenter é resultado do que chamamos de tríplice hélice: do envolvimento do governo federal, via BNDES, da FCA e da PUC Minas. São o governo, a empresa e a universidade juntos, trabalhando para geração de conhecimento e inovação para o país e para o mundo”, aponta o professor Sérgio de Morais Hanriot, pró-reitor de Pesquisa e de Pós-Graduação da PUC Minas.


Compartilhe: