Modelagem do negócio para plataforma de turismo de aventura e ecoturismo – SouExtreme

Com o objetivo de estruturar uma plataforma para oferecer serviços na área de turismo, a SouExtreme contratou o IEBT para auxiliá-los na definição do modelo de negócio e levantamento dos principais requisitos necessários para lançamento do produto, bem como a prospecção de público-alvo para validar a solução. Como resultado do trabalho, que teve duração de dois meses, foi possível estabelecer o público alvo da plataforma, parcerias estratégicas, requisitos mínimos para o lançamento e como se diferenciar no mercado.

Situação

A ideia de oferecer um serviço que pudesse oferecer experiências radicais surgiu a partir da dificuldade dos empreendedores da SouExtreme em encontrar atividades personalizadas de acordo com o perfil de praticantes e aspirantes. Ademais, a possibilidade de ampliar o faturamento dos estabelecimentos e profissionais de turismo de aventura e ecoturismo os impulsionou a tirar a ideia do papel.  

Nesse contexto, os empreendedores procuraram o IEBT para modelar as principais características desse serviço, integrando as demandas levantadas pelos profissionais e destacando benefícios aos usuários que adquirissem experiências pela plataforma.

Abordagem

Para a execução desse trabalho, as seguintes etapas foram percorridas:

  • Benchmarking: estudo de soluções similares de turismo de aventura e ecoturismo no Brasil e no mundo;
  • Estudo do setor de turismo: pesquisa e coleta de dados do setor de turismo, com foco em turismo de aventura e ecoturismo, a fim de identificar as principais atividades praticadas, traçar os perfis do turista de aventura/ ecoturismo e estabelecimentos do setor e compreender as suas tendências;
  • Pesquisa de mercado: identificação das necessidades e mapeamento de potenciais usuários e estabelecimentos, para incorporação das características na modelagem;
  • Modelagem do negócio: definição da forma como a plataforma ganhará dinheiro, oferta de valor e benefícios oferecidos pelo serviço, maneiras para relacionamento com clientes e parceiros, listagem dos principais argumentos de vendas, dentre outros;
  • Modelagem do produto: especificação dos principais requisitos e funcionalidades para a concepção do MVP (minimum viable product) para validação do produto com o mercado.

Resultados

O desenvolvimento do projeto propiciou informações importantes à equipe de empreendedores para prosseguirem com o negócio, como:

  • os principais requisitos para lançamento do produto no mercado;
  • argumento de vendas para profissionais, estabelecimentos e potenciais usuários;
  •  mapeamento das cidades mais relevantes para o turismo de aventura e ecoturismo, bem como as experiências mais buscadas pelos aventureiros.

Além disso, pode-se dizer que o estudo permitiu criar uma visão contextualizada sobre o setor de turismo em geral, com enfoque no turismo de aventura e ecoturismo, melhorando o entendimento da percepção de estabelecimentos e praticantes a respeito de plataformas que comercializam experiências.


Compartilhe: